Governo de Pernambuco busca parcerias para fomentar a economia do Vale do São Francisco

Após a passagem por várias cidades de Pernambuco, a “Missão Desenvolvimento” do Governo do Estado fez escala nos municípios de Petrolina e Lagoa Grande, no Vale do São Francisco. Em visita à Embrapa Semiárido, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach destacou o interesse de formar parcerias para discutir projetos e estratégias que incrementem atividades que são fundamentais aos produtores e ao dinamismo dos mercados locais.

A expectativa do secretário e dos participantes da “Missão” é conhecer as demandas dos segmentos agrícolas, dar suporte aos pequenos agricultores, ampliar o diálogo com empresários das várias regiões do estado e promover a conexão entre eles e os projetos de arranjos produtivos locais. 

O chefe-geral da Embrapa Semiárido, Pedro Gama, juntamente com a chefe-adjunta de Inovação, Lúcia Kiill, trataram das possibilidades de investimento a partir das tecnologias fornecidas pela empresa. “Nós temos um papel social muito importante na região e a construção de parcerias é fundamental para que possamos atingir nossos objetivos de desenvolver a cadeia produtiva do Vale do São Francisco”, reforçou Pedro Gama.

Na ocasião, o chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento da Unidade, Flávio França, a comitiva conheceu o papel da Embrapa na região, seus, eixos de atuação e as principais soluções tecnológicas entregues pela instituição nos últimos anos. “Temos atendido às demandas da agricultura irrigada, entregando ativos tecnológicos importantes, como variedades de alto valor agronômico e práticas de cultivo inovadoras que aumentam a produtividade, melhoram a qualidade e agregam valor às frutas e hortaliças produzidas na região. Por outro lado, também temos disponibilizado tecnologias úteis aos produtores que praticam seus cultivos e criações sob dependência do regime de chuvas. Tudo isso sem perder de vista o cuidado com os recursos naturais do Semiárido e valorizando as potencialidades do Bioma Caatinga”, ressaltou.

Durante o encontro, o pesquisador em socioeconomia da Embrapa Semiárido, João Ricardo Lima, reforçou a necessidade de se pensar em múltiplas estratégias para que as instituições forneçam uma ajuda mais eficiente nas demandas do setor produtivo, a exemplo do que vem ocorrendo com o cultivo da manga. “Nossos dados mostram que a área plantada tem crescido numa velocidade maior do que a demanda internacional e do que a demanda interna. Não podemos deixar acontecer uma superprodução. É preciso dar uma sobrevida a esse mercado, articulando um planejamento que proteja nossas atividades”, ponderou. 

Na visita, que ocorreu no dia 4 de junho, o secretário Bruno Schambach esteve acompanhado do presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), Roberto Abreu e Lima, da secretária executiva de Políticas Públicas (SDEC), Maíra Fischer, do diretor de Inovação e Fomento (AD Diper), Jaime Alheiros, o gerente de Arranjos Produtivos Locais (AD Diper), Álvaro França e a gerente de Comunicação Bruna Siqueira. Participaram, ainda, o deputado estadual Lucas Ramos e o prefeito de Lagoa Grande Vilmar Cappellaro.

Giúllian Rodrigues (Colaboradora) 
Embrapa Semiárido 

Fernanda Birolo (MTb 81/AC) 
Embrapa Semiárido 

Marcelino Ribeiro (MTb 1127/BA) 
Embrapa Semiárido 

Contatos para a imprensa 
semiarido.imprensa@embrapa.br 
Telefone: (87) 3866-3734

07/06/2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up